04/03

Conhecendo Salvador Através de Filmes

 

            Sabe aquela noite que você senta no sofá, liga a televisão, assiste um filme que se passa na França e se sente como se estivesse em Paris? Seja por saudade do lugar, ou até por curiosidade de entender um pouco do que tem por lá antes de ir, as telonas têm uma capacidade enorme de encantar os telespectadores por um local, e com Salvador não é diferente! A cidade é tão linda, que muitas vezes andar por suas ruas não é suficiente para celebrar o lugar único que a cidade é. Por isso, os soteropolitanos produziram muitas e muitas obras falando sobre todas as maravilhas que Salvador guarda, e várias delas viraram filmes! Se você está vindo para Salvador, ou acabou de ir embora e já está com vontade de voltar, que tal conhecer a cidade pelos olhos dos baianos? Vamos lá?

 

  1. Ó Paí Ó

 

            Quem pensa em Salvador, inevitavelmente se lembra das cores e belezas do Pelourinho. E se você quiser se teletransportar para lá, o filme Ó Paí Ó é uma ótima pedida, uma vez que mostra aos telespectadores a vida pelos cortiços do querido bairro, e o jeitinho soteropolitano de ser de cada um que mora ali. Além disso, você também aprenderá muito sobre a maior festa do mundo, o carnaval, ao som das maravilhosas trilhas do baiano Caetano Veloso!

 

  1. O Pagador de Promessas

 

            Aqui, nosso protagonista desesperado recorre a um terreiro de candomblé para ter seus pedidos atendidos. Lá, ele faz promessas e luta para chegar à Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo e cumprir com o prometido, enquanto mostra a culinária e a cultura de Salvador durante o Brasil Colonial.

 

  1. Capitães da Areia

 

            É claro que em nossa lista precisamos apresentar as obras do escritor que mais falou sobre Salvador: Jorge Amado. Em sua obra mais famosa, ele retrata a realidade de um grupo de meninos de rua que vive em um trapiche em Salvador em 1930, experenciando a fundo a vida da cidade. Através de personagens como o capoeirista Querido-de-Deus, a mãe de santo Dona Aninha e o Padre José Pedro, as crianças conhecem cada partezinha do lugar, tratando de religião e cultura de um jeito leve e divertido. Entre o Terminal Marítimo da Plataforma e o Subúrbio Ferroviário, os meninos apresentam até mesmo festividades ao público, como a festa de Iemanjá.

 

  1. Quincas Berros D’água

 

            Ainda no mundo de Jorge Amado, temos Quincas Berros D’água, obra onde o protagonista é um funcionário público que decide mudar de vida, mas um obstáculo peculiar aparece no seu caminho: a morte. Contudo, o grupo de amigos do homem encara a situação como um leve detalhe, e leva o morto para um passeio pelo Pelourinho, aproveitando cada momento, conhecendo todos os bares, monumentos, e apresentando ao público um retrato muito divertido e engraçado do centro histórico de Salvador.

 

  1. Dona Flor e Seus Dois Maridos

 

            Para fechar a lista com uma obra também de Jorge Amado, temos Dona Flor, uma professora de culinária viúva que se casa novamente, mas nunca supera seu antigo amor. Por isso, ela vive um romance duplo, apegada tanto ao marido atual, quanto à alma do primeiro companheiro, enquanto leva às telonas o retrato de uma Salvador antiga e emocionante.

 

E aí? Gostou? Agora que você já viu todas as opções, comece a programar sua vinda pra Salvador para conhecer cada canto da nossa cidade, a nossa culinária, o nosso povo, o nosso ritmo e tudo de maravilhoso que temos por aqui. Nós, do Fiesta Bahia Hotel, estamos prontinhos pra te receber de braços abertos. Ah! E se você já conhece, dá uma olhada nos filmes e vem matar a saudade aqui com a gente o quanto antes! Estamos esperando por vocês!