10/12

Dicas Valiosas Para Viajantes de Primeira Viagem 

Hoje em dia, viagens de avião são uma atividade que merece uma atenção redobrada, não só em relação à logística do aeroporto, mas também ao cenário de pandemia no qual nos encontramos. Como nós do Hotel Fiesta sabemos que nem todos já passaram por essa experiência, decidimos preparar uma série de dicas para “viajantes de primeira viagem”, desde a compra das passagens e o embarque até como se proteger contra o Covid-19 durante a jornada, para que seu voo seja tranquilo e corra sem problemas. Se você vai voar pela primeira vez e precisa de uma ajudinha pra entender como as coisas acontecem em aeroportos e aviões, rola a tela que esse post é para você!

 

Toda viagem começa no planejamento, e uma parte essencial dele é a compra das passagens. É mais que recomendado adquiri-las com um mínimo de três meses antes do voo, porque passagens obtidas em cima da hora tendem a sair por um preço muito mais alto do que se tivessem sido compradas com antecedência. No período de busca por elas, use e abuse de ferramentas de busca: elas garantem uma série de opções para escolha, além de alertá-lo sobre todas as promoções válidas no momento da sua compra! Com a ajuda delas, você poderá comparar valores entre companhias aéreas diferentes e sair em vantagem. Outra dica valiosa para a compra de passagens é pensar bem se vale a pena viajar com escala: apesar de sair por um preço mais em conta, nem sempre o valor compensa o desconforto da transição entre voos, o perigo de ter sua bagagem extraviada, e o tempo extra que você passará em exposição ao coronavírus.

 

Passagens compradas, é hora de fazer as malas! Separe suas roupas tendo em mente o clima e as temperaturas do seu local de destino (vale dar uma olhada na previsão do tempo do lugar, para não ter erro!), mas tome cuidado com a quantidade: os voos permitem um limite de 10kg por malas de mão e 23kg em malas normais. Para evitar o custo de uma taxa extra pelo peso das malas, uma boa ideia é adquirir uma balança de mão, que encaixa na mala e pesa-a ao ser levantada! Assim você poderá se preparar antes de chegar ao aeroporto, e evitar problemas por lá. Outro detalhe importante é a segurança: ao terminar de empacotar tudo, tranque sua mala com um cadeado e, se possível, embale-a com o plástico protetor oferecido nos aeroportos quando chegar lá. Isso evita eventuais desconfortos na sua viagem, uma vez que garante que sua mala não será aberta em sua ausência. Além disso, não se esqueça de separar suas máscaras cuidadosamente, levando-as não só na mala e no rosto, mas também na bagagem de mão. É sempre bom levar consigo uma quantidade elevada para garantir que este elemento tão essencial não falte durante sua viagem, principalmente porque, se as máscaras não vierem apropriadamente higienizadas de sua casa, comprá-las e usar sem uma limpeza prévia é extremamente perigoso.

 

A preparação para ir ao aeroporto é tão importante quanto o que acontece por lá: faça uma listinha de tudo o que levar para não esquecer nada (vale lembrar de um frasquinho de álcool gel que será essencial no aeroporto), e preste uma atenção especial aos documentos que serão necessários! Leve em um local acessível um documento de identificação com foto (a carteira de identidade é o mais recomendado, mas em voos nacionais também são aceitas a carteira de trabalho ou de motorista) e a passagem, é claro. Cheque a validade do seu passaporte, e procure saber se o seu local de destino precisa de visto de entrada, no caso de voos internacionais, para que sobre tempo para consegui-lo caso necessário. Além disso, não deixe para fazer o check-in no aeroporto: realizá-lo online não só garante uma menor fila (uma fila somente para despachar malas é bem mais rápida), com menos aglomeração e consequentemente mais segurança em relação ao vírus, como possibilita uma checagem final no horário do voo, deixando tempo de sobra para solucionar possíveis problemas. Por fim, leve roupas mais confortáveis e aquecidas, porque a temperatura tende a cair na cabine do avião.

 

Chegando ao aeroporto, há uma série de protocolos a seguir: despache suas malas, e siga em direção à polícia federal. Não se esqueça de nunca levar as mãos ao rosto durante o processo, a menos que seja imediatamente após higienizar as mãos: daí a importância de levar um frasco de álcool gel consigo, e usá-lo sempre que for necessário tocar em algum equipamento do aeroporto. Depois de apresentar seu passaporte, você passará pelo raio-x. Remova tudo que possa existir de metal em seu corpo e coloque em uma bandeja (retirar as botas é uma boa ideia, porque geralmente elas contêm zíperes, botões, etc). Coloque também na esteira sua bagagem de mão, com os aparelhos eletrônicos fora delas, em uma bandeja separada. Feito isso, é a sua vez de passar pelo sensor. Se ele apitar no momento da sua passagem, mantenha a calma e obedeça aos funcionários do aeroporto. Eles irão revistá-lo por protocolo, o que não quer dizer que acham que você tem culpa de nada. É comum que o sensor acione por coisas simples, como zíperes e clips em bolsos, então apenas deixe que eles façam seu trabalho, recolha seus pertences e siga seu caminho. Nesse momento é preciso uma atenção redobrada: os pertences que foram depositados nas bandejas podem ter entrado em contato com o vírus, e por isso devem, se possível, ser guardados em um local separado daqueles objetos de sua bagagem que estiverem completamente higienizados. Também há a opção de higienizar tudo que vier da bandeja com o álcool gel, o que seria o ideal. Agora é hora de ir até o portão de embarque, mas como encontrá-lo? Existem televisões por todo o aeroporto, onde você deverá procurar seu voo e ir em direção ao respectivo portão, guiando-se pelas placas presentes em todos os corredores. Ao chegar lá, aguarde a abertura do mesmo, com seu cartão de embarque e identidade, higienizados com álcool gel, em mãos (você precisará apresentá-los antes de entrar no avião). Uma boa ideia é ir ao banheiro antes de embarcar (geralmente tem banheiros próximos aos portões), para evitar a necessidade de ir no avião, onde as filas podem ser maiores.

 

Ufa! Entramos no avião. Ao entrar, encontre sua poltrona (está escrito no cartão de embarque) e coloque sua bagagem de mão no maleiro acima dos assentos. Depois, sente-se, afivele o cinto e coloque seus dispositivos eletrônicos em modo avião (a aeromoça geralmente vem checar se ele está desligado ou no modo avião. Você só deve desligar o modo avião depois que a orientação para tal for escutada nos auto-falantes, após a aterrissagem). Durante o voo, tente relaxar e curtir a viagem, sem nunca tirar sua máscara, uma vez que dentro de aviões você estará bem próximo a outros passageiros. Você só deverá tirar a máscara do rosto de três em três horas: este é o momento de trocá-la por alguma das extras que estão em sua bagagem de mão. Ficar com uma única máscara por um longo período de tempo é perigoso, e por isso esta troca deve ser realizada sempre que necessário. Mantenha seu cinto sempre afivelado, e leve consigo se possível uma caixinha de chicletes para desentupir os ouvidos ao mascá-los durante a decolagem e aterrissagem (quase todos os passageiros sentem este incômodo, que passa rapidamente e não é razão para desespero). Antes de colocá-lo na boca, higienize muito bem suas mãos, e se possível evite tocar o chiclete, utilizando a parte externa do papel no qual ele está envolto para depositá-lo na boca. De vez em quando levante para dar um passeio pelo avião no caso de voos longos, para alongar-se e evitar eventuais inchaços e problemas relacionados à saúde, sempre tomando cuidado para não passar muito próximo a outros passageiros. Ah! E não esqueça: turbulências são normais e não significam que há algo errado. Basta ficar em sua poltrona com o cinto afivelado e esperar que elas passem.

 

Pronto! Feito isso, é garantida uma viagem tranquila e sem maiores complicações, para que você possa aproveitar ao máximo a experiência! Nós aqui do Hotel Fiesta estamos esperando por você!